mão queimada,queimadura


Soluções caseiras: o que ajuda e o que não ajuda em caso de queimadura?


Por Suprevida

Cerca de 1 milhão de brasileiros é vítima de queimaduras todos os anos. A maioria dos acidentes – 77% –, diz a Sociedade Brasileira de Queimadura (SBQ) acontece em casa, sendo que 4 em cada 10 desses queimados são crianças de até 10 anos.



Ferro de passar, forno, água quente e mesmo o cabo de alumínio de uma panela que está no fogão são um perigo que está à vista e parece estarmos ignorando. Mas se engana quem pensa que o calor é o único vilão dessa história. Radiação, produtos químicos, eletricidade e frio também estão entre os causadores de queimaduras.



O que vai influenciar na gravidade do ferimento, diz o Ministério da Saúde, é a profundidade da queimadura, ou seja, o número de camadas da pele ou de outras estruturas abaixo da pele que foram atingidas. Só para que se tenha uma ideia, a cada ano, 200 mil pessoas necessitam de atendimento de emergência por conta de lesões na pele, 40 mil precisam de hospitalização e cerca de 2.500 morrem por conta da severidade de seus ferimentos, ou seja, a imensa maioria dos casos, apesar de necessitarem de atendimento médico, não são tão graves.



As queimaduras são classificadas de acordo com a sua severidade. As de 1o grau só afetam a camada mais superficial da pele, que fica vermelha e bem dolorida, mas não chega a formar bolhas. As de 2o grau não chegam a ser tão graves, embora afetem não só a camada mais externa da pele quanto a camada que vai logo abaixo dela, que pode ficar total ou parcialmente destruída. Em lesões de 2o grau sempre se formam bolhas e a pele, além de extremamente vermelha, também fica inchada.



A partir do 3o grau, as queimaduras já são consideradas bem sérias. Embora as de 3o grau destruam totalmente duas camadas da pele, o queimado não sente dor porque os nervos responsáveis pela sensação de dor também são destruídos. Ao invés de parecer vermelha, a pele parece ter virado churrasco – ela fica preta ou marrom.



Já as de 4o grau, as mais graves, além de destruírem todas as camadas da pele, também destroem ossos, músculos e tendões, colocando a vida do queimado em risco.




Dá para tratar em casa?



Atenção! Se você se queimou em casa, saiba: só dá para tentar alguma alternativa caseira se a queimadura tiver sido leve. Dá para saber se a sua queimadura é de 1o grau porque a principal característica dela é a vermelhidão local. A pele continua intacta, apesar de ficar dolorida e poder inchar um pouco.



As de 2o grau você só conseguirá tratar em casa se elas tiverem afetado menos de 10% da superfície da pele e se elas não tiverem atingido o seu rosto, mãos, nádegas ou pés. Nas de 2o grau, a pele não fica intacta, ou seja, é possível que a primeira camada de pele se descole e que se formem bolhas.



Apesar de você não precisar sair correndo para o hospital, é necessário cuidar bem das lesões. Você pode tentar essas soluções caseiras:



1. Coloque a queimadura sob a água
Resfriar a pele queimada sob a água em temperatura ambiente por uns 20 minutos é a mais importante providência. Não só a água diminui a dor, mas evita que a queimadura de piore e destrua outras camadas da pele.



2. Limpe o local
A limpeza também é essencial para evitar o risco de infecção, que pode comprometer o processo de cicatrização. Limpe delicadamente com água em temperatura ambiente e sabonete infantil, mais suave.



3. Gel de babosa (aloe vera)
Várias lojas de produto natural vendem um gel concentrado de babosa (aloe vera) sem perfume. Uma pesquisa de 2007 mostrou que a babosa pode acelerar a cicatrização, aliviar a dor e evitar que se formem bolhas. Aplique 1 a 2 vezes ao dia.



4. Mel
Não é de hoje que os estudos mostram que o mel pode ajudar quem teve queimadura leve, reduzindo as chances de inflamação e acelerando a recuperação. O mel contém substâncias bactericidas naturais.



5. Pomada antibiótica
Só é necessária quando a queimadura formou bolhas que estouraram. O antibiótico ajuda a prevenir infecções e a ferida a cicatrizar mais rapidamente. Nesse caso, aplique a pomada e cubra com um curativo. Pode ser gaze, desde que ela não pressione a lesão.



6. Filme plástico
Essa é uma recomendação do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido. Colocar um filme plástico desses de culinária sobre o local queimado pode impedir o desenvolvimento de uma infecção, segundo um estudo de 2014. Atenção, não é para enrolar o membro afetado!



Não faça isso!


Tem muita mentira circulando na internet. Todo cuidado é pouco! Isso é o que você NÃO deve colocar na queimadura:



1. Água gelada ou gelo
Frio extremo na queimadura pode causar ainda mais dano na pele.



2. Óleo ou manteiga
Óleo de cozinha, de coco ou manteiga retêm o calor, impedindo que ele escape da queimadura. Prender o calor pode piorar a queimadura!



3. Pasta de dente
A maioria das pastas de dente tem produtos clareadores e refrescantes, como menta. Essas substâncias, quando aplicadas à pele, podem causar irritação e causar mais dano à pele do que alívio.


Aproveite e conheça nossa loja de Produtos para Saúde