UTILIZE O CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
GANHE 5% DE DESCONTO E 5% DE CRÉDITO EM TODAS AS COMPRAS.
CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
5% OFF + 5% DE CRÉDITO.

Escolha seus produtos para saúde
Foto de uma mulher na terceira idade tirando um raio x do pulso com o médico ao lado.


Cirurgia pode não ser a melhor opção em fraturas de pulso na terceira idade


Segundo estudo, tratamento cirúrgico não é superior ao tratamento não cirúrgico na recuperação das funções do pulso após 24 meses, considerando adultos com 60 anos de idade ou mais.

Para pessoas com 60 anos ou mais, que possuem uma fratura deslocada do rádio distal, o tratamento cirúrgico parece não ser melhor do que o tratamento não cirúrgico da função do pulso relatada pelo paciente, de acordo com um estudo publicado online no dia 27 de abril na JAMA Surgery.

Andrew Lawson, M.P.H., do Ingham Institute for Applied Medical Research em Sydney e alguns colegas realizaram uma análise secundária de um ensaio clínico multicêntrico randomizado combinado e um estudo observacional paralelo envolvendo 300 pacientes com 60 anos ou mais de idade com fraturas deslocadas do rádio distal a partir de 19 centros. Destes, 166 foram designados aleatoriamente para tratamento cirúrgico (redução aberta e fixação interna usando placa de bloqueio volar [VLP]) ou tratamento não cirúrgico (redução fechada e imobilização gessada [CR]); aqueles que declinaram a randomização foram incluídos no grupo observacional paralelo com as mesmas opções de tratamento.

Os pesquisadores não observaram diferença clinicamente importante nos escores médios de Avaliação do Pulso do Paciente em 24 meses para a fixação do VLP versus CR (diferença média, 2,1; intervalo de confiança de 95%, -4,2 a 8,5; P = 0,50). Não foram observadas diferenças entre os grupos, além do sucesso do tratamento relatado pelo paciente, o que favoreceu a fixação do VLP (tratamento com muito sucesso relatado por 75,0 e 44,6% dos pacientes nos grupos VLP e CR, respectivamente). As taxas de complicações pós-tratamento foram semelhantes entre os grupos e foram geralmente muito baixas.

"A fixação do VLP de fraturas deslocadas do tipo 23A e 23C do rádio distal para pacientes com 60 anos ou mais pode não levar a melhores dores no pulso e resultados funcionais aos 24 meses, em comparação com o CR", os autores escrevem.

Resumo/texto completo (Em inglês. Assinatura ou pagamento podem ser necessários)

Editorial (Em inglês. Assinatura ou pagamento podem ser necessários)

Encontre seus produtos para saúde e receba em todo Brasil.
Lembrou de alguém? Compartilhe!
  • Curativo Allevyn Gentle Border AG 7,5x7,5cm - 10un - Smith and Nephew

    Por: R$ 575,39

    Comprar
  • RIODEINE DEGERMANTE 1 Litro - RIOQUÍMICA

    Por: R$ 67,10

    Comprar
  • Alterna Perfil Mini Cap 1 PC Opaca Recortável 20-55 mm com Filtro - 30 un - Coloplast

    Por: R$ 410,56

    Comprar
  • Protetor para Sonda Soluset - MP Hospitalar

    Por: R$ 371,43

    Comprar
  • Curativo Nursicare 6 cm x 6.5 cm - 6 un - Polymem

    Por: R$ 440,82

    Comprar