UTILIZE O CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
GANHE 5% DE DESCONTO E 5% DE CRÉDITO EM TODAS AS COMPRAS.
CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
5% OFF + 5% DE CRÉDITO.

Escolha seus produtos para saúde
coração e laço vermelho


Pessoas que vivem com HIV têm maiores chances de insuficiência cardíaca


Pessoas com HIV têm um risco adicional de insuficiência cardíaca, afirmam estudos. Profissionais de saúde precisam estar alertas para os primeiros sinais, como falta de ar, fadiga, inchaço nas pernas, tosse e dor no peito, de acordo com um novo estudo.

 

“A doença cardiovascular tem sido uma preocupação importante para as pessoas com HIV por muitos e muitos anos”, disse o autor sênior Michael Silverberg em um comunicado à imprensa da Kaiser Permanente. Ele é um cientista pesquisador e epidemiologista de HIV na Divisão de Pesquisa da Kaiser em Oakland, Califórnia.

 

Embora a maior parte da pesquisa tenha se concentrado no risco de derrame e ataques cardíacos, este estudo mostra que os impactos cardíacos para as pessoas com HIV se estendem a doenças em estágio terminal, como insuficiência cardíaca, disse Silverberg.

 

O estudo incluiu quase 39.000 pacientes com HIV e cerca de 10 vezes esse número sem HIV. Pessoas com HIV tinham 68% mais probabilidade de desenvolver insuficiência cardíaca, e o risco mais alto era entre pessoas com 40 ou menos, mulheres e asiáticos / ilhas do Pacífico, descobriram os pesquisadores.

 

“Em termos de jovens, é possível que eles tivessem menos outros problemas de saúde complicadores, que faziam a insuficiência cardíaca se destacar”, disse o primeiro autor, Dr. Alan Go, pesquisador sênior da Kaiser.

 

Ele notou que os primeiros dados sugerem que o HIV pode ter um impacto maior na função cardíaca nas mulheres do que nos homens, devido em parte aos hormônios e a um espessamento anormal e cicatrizes do tecido cardíaco conhecido como fibrose cardíaca. Mas, Go acrescentou, mais estudos são necessários.

 

“E, no geral, não se sabe muito sobre problemas cardíacos e HIV entre os asiáticos e as ilhas do Pacífico”, disse ele no comunicado.

 

O estudo considerou fatores de risco de doenças cardíacas e medicamentos para prevenir problemas cardíacos, disseram os pesquisadores.

 

“Nosso estudo mostrou que o risco mais alto não era devido às diferenças no acesso aos cuidados”, disse Go. “Todos estavam recebendo atendimento da mais alta qualidade”.

 

O estudo também descobriu que o risco adicional entre as pessoas com HIV não era porque elas tinham mais fatores de risco para doenças cardíacas ou tiveram mais ataques cardíacos. Na verdade, as pessoas com HIV tinham menos fatores de risco para doenças cardíacas do que aquelas sem HIV, concluiu o estudo.

 

Os autores disseram que suas descobertas mostram a necessidade de monitorar as pessoas com HIV em busca de sinais precoces de doenças cardíacas.

 

“Os pacientes com HIV freqüentemente recebem todos os seus cuidados em clínicas de atenção primária ao HIV movimentadas, e é possível que os sinais e sintomas de insuficiência cardíaca possam passar despercebidos, resultando em atrasos no tratamento”, disse Silverberg.

 

Ele acrescentou que é necessário aprender mais para que os médicos possam intervir mais cedo.

 

As descobertas foram publicadas em 13 de dezembro na revista Mayo Clinic Proceedings.

 

Mais Informações: O Instituto Nacional do Coração, Pulmão e Sangue dos EUA tem mais informações sobre insuficiência cardíaca.

FONTE: Kaiser Permanente, comunicado à imprensa, 13 de dezembro de 2021

Por: Robert Preidt (jornalista de saúde).

Encontre seus produtos para saúde e receba em todo Brasil.
Lembrou de alguém? Compartilhe!
  • Vaselina Líquida 100% 1L - Rioquímica

    Por: R$ 74,50

    Comprar
  • Bota protetora para prevenção - Sage

    Por: R$ 742,86

    Comprar
  • Degermante Riohex 4% 1L - Rioquímica

    Por: R$ 62,65

    Comprar
  • Escova com Sucção Oral Care - Sage

    Por: R$ 42,86

    Comprar
  • Vaselina Líquida 100% 1L - Rioquímica

    Por: R$ 74,50

    Comprar