UTILIZE O CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
GANHE 5% DE DESCONTO E 5% DE CRÉDITO EM TODAS AS COMPRAS.
CUPOM
PRIMEIRACOMPRA
5% OFF + 5% DE CRÉDITO.

Escolha seus produtos para saúde
menina tomando vacina contra o hpv


A vacina do HPV, quanto mais cedo for tomada, reduz o risco de câncer cervical em 87%


Quanto mais cedo as meninas forem vacinadas contra o papilomavírus humano (HPV), menor será o risco futuro de câncer cervical, descobriu um novo estudo.


Em comparação com mulheres não vacinadas, o risco de câncer cervical foi 87% menor entre aquelas que receberam a vacina bivalente Cervarix, com 12 ou 13 anos de idade. Em contraste, foi 62% menor entre aquelas que receberam a vacina com 14-16 anos e 34% menor nas pacientes vacinadas nas idades de 16-18 anos.

 

Os resultados são de uma análise de dados de registro de câncer coletados de mulheres na Inglaterra entre janeiro de 2006 e junho de 2019. Elas tinham de 20 a 64 anos no final de 2019.

 

O programa de vacinação contra o HPV começou na Inglaterra em 2008. Em junho de 2019, havia cerca de 450 casos a menos de câncer cervical e 17.200 casos de carcinomas cervicais (pré-cânceres) do que o esperado entre as mulheres vacinadas lá, de acordo com o estudo. Os resultados foram publicados em 3 de novembro no jornal The Lancet.

 

Os pesquisadores disseram que suas descobertas oferecem a primeira evidência direta de que uma vacina bivalente previne o câncer cervical. Bivalente significa que a vacina combate dois tipos de HPV.

 

"Embora estudos anteriores tenham mostrado a utilidade da vacinação contra o HPV na prevenção da infecção pelo HPV na Inglaterra, as evidências diretas sobre a prevenção do câncer cervical foram limitadas", disse o autor do estudo, Peter Sasieni, professor do King's College London.


"Os primeiros estudos sugeriram que o impacto do programa de vacinação nas taxas de câncer cervical seria substancial em mulheres de 20 a 29 anos no final de 2019. Nosso novo estudo visa quantificar esse impacto inicial. O impacto observado é ainda maior do que os modelos previstos", disse ele em um comunicado à imprensa.

 

A vacina bivalente Cervarix protege contra os dois tipos mais comuns de HPV que causam 70% - 80% de todos os cânceres cervicais. Esses dois alvos estão presentes em até 92% das mulheres diagnosticadas com câncer do colo do útero antes dos 30 anos.

 

A Cervarix foi usada no Reino Unido de 2008 a 2012. A vacina quadrivalente Gardasil, que combate quatro tipos diferentes de HPV, agora é usada ao invés da Cervarix. Nos Estados Unidos, a Gardasil-9, que combate nove tipos de HPV, é a vacina em uso.

 

"A escala do efeito da vacinação contra o HPV relatada por este estudo deve estimular programas de vacinação em países de baixa e média renda, onde o problema do câncer cervical é um problema de saúde pública muito maior do que aqueles com sistemas bem estabelecidos de vacinação e triagem", Drª. Maggie Cruickshank, professora da Universidade de Aberdeen, escreveu em um comentário que o acompanha.

 

“A questão mais importante, além da disponibilidade da vacina [relacionada aos tomadores de decisão na política de saúde], é se a população irá aceitar a vacinação, pois o aumento da taxa de imunização é um elemento chave para o sucesso ", escreveu Cruickshank.

 

Mais Informações: Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA têm mais informações sobre vacinação contra o HPV.

Fonte: The Lancet, comunicado à imprensa, 3 de novembro de 2021

Por: Robert Preidt (jornalista de saúde).

Encontre seus produtos para saúde e receba em todo Brasil.
Lembrou de alguém? Compartilhe!
  • Máscara de Proteção lavável - 3 un. Mash - Branco

    Por: R$ 25,31

    Comprar
  • Máscara KN95 com Elástico Branca 50 un - Sol Millennium

    Por: R$ 239,99

    Comprar
  • Máscara Cirúrgica Descartável TNT 3 Camadas com Elástico 50 un - Sol Millennium

    Por: R$ 17,14

    Comprar
  • Enxaguante Bucal Riohex Gard 0,12% 30ml 30 unidades - Rioquímica

    Por: R$ 77,79

    Comprar
  • Rioderm Soft 0.5 1 Litro - Rioquímica

    Por: R$ 21,36

    Comprar